Tendência de consumo: Responsabilidade, inteligência e informação.


A empresa de pesquisas de mercado Euromonitor publicou um relatório descrevendo as principais tendências de consumo esperadas para 2019 em todo o mundo.

Uma das grandes tendências é a jornada ao consumo consciente. Com tantas opções para escolher, muitos consumidores estão passando por uma ressaca de materialismo. Eles querem “simplificar”, “desintoxicar” suas vidas.

O sucesso da consultora de organização japonesa Marie Kondo, autora do best-seller mundial “Tidying Up with Marie Kondo” e de sua série da Netflix sob o mesmo nome, é talvez um dos maiores sinais dessa tendência. Kondo aconselha as pessoas a guardarem apenas itens que “lhe tragam alegria”. Nesse contexto, produtos posicionados como “minimalistas”, “artesanais” ou “de volta ao básico” se tornam os novos símbolos de status, a nova maneira de mostrar ao mundo quem você é: sofisticado, único e responsável. Basta pensar em produtos mais sustentáveis como as palhinhas reutilizáveis, ecobags (já comentamos por aqui sobre esses produtos), cosméticos naturais, restaurantes e supermercados oferecendo alimentos frescos, orgânicos e de origem local.


Sem mais plástico!

O Euromonitor prevê que os consumidores usarão cada vez mais suas carteiras para protestar contra o uso excessivo de plástico. As embalagens plásticas de uso único são cada vez mais desaprovadas, assim como os talheres de plástico descartáveis ​​e as microesferas de plástico em cosméticos. Atualmente, 63% das embalagens do mundo são feitas de plástico, o que mostra que as empresas precisarão tomar medidas significativas para manter seus clientes.

A indústria da moda tem visto muitas iniciativas para reduzir o desperdício de plástico nos últimos tempos. Várias coleções de vestuário feitas de garrafas plásticas recicladas estão disponíveis no mercado, de marcas como Everlane, Patagonia, C&A e H&M. Além disso, mais de 290 empresas representando 20% de todas as embalagens plásticas produzidas globalmente assinaram um compromisso global para acabar com os resíduos plásticos e a poluição de resíduos na fabricação no ano passado, incluindo varejistas de moda e marcas como H & M, Walmart, Burberry, Target e Marks & Spencer.


Consumidores Conscientes


Mas não são apenas os consumidores de plásticos que estão preocupados. Bem-vindo à idade do consumidor #desperto, quando as empresas são avaliadas pelo tratamento dos animais e condições de trabalho em toda a cadeia de fornecimento. Enquanto o estilo de vida vegano está em ascensão, o Euromonitor prevê que mesmo consumidores não-veganos adotem um comportamento mais favorável aos animais.

As grandes empresas começam a entender essas mudanças de comportamento de seus consumidores, que desejam consumir marcas que estejam alinhas com a responsabilidade que temos com o nosso planeta.

Translated from: Fashion United.

CONTATOS

 

canallivrepara@gmail.com

+351 914 820 619

+351 914 822 304

Penha de França | Lisboa | PT